tfionline Faça seu login

Fevereiro 22, 2018

Três Lembretes

Peter Amsterdam

[Three Reminders]

É um desafio viver como um seguidor de Jesus no mundo de hoje, mas quando nossos pensamentos, ações e dias são orientados por princípios que reverenciam Deus, a jornada se torna mais fácil. A decisão certa a ser tomada, em geral, se torna mais clara quando analisamos as opções que temos diante de nós à luz dos nossos valores centrados em Cristo, quando consideramos como Jesus possivelmente abordaria a situação. Ao longo da vida, temos experiências e aprendemos lições e temos momentos de insight que nos levam a pensar: Espero lembrar disso no futuro.

Aprender é uma jornada de uma vida inteira e, infelizmente, às vezes repetimos ou reeditamos erros. Sabíamos... mas esquecemos, ou não relacionamos a situação que estamos vivendo à nossa experiência passada. Se pudéssemos de alguma forma preservar todas as verdades que aprendemos — seja a partir da nossa experiência ou da experiência dos outros — sempre frescas em nossas memórias, evitaríamos muitos problemas. Mas somos humanos, ficamos ocupados, deixamo-nos distrair, esquecemos. Precisamos da ajuda dos outros. Precisamos de lembretes.

A segunda epístola de Pedro 3:1 toca no poder de bons lembretes, como uma alternativa para Deus nos ajudar a mantermos uns aos outros fortes na fé, provocarmo-nos mutuamente a fazer o bem e inspirar o progresso. Veja o que diz o versículo:

Amados, esta é agora a segunda carta que lhes escrevo. Em ambas quero despertar com estas lembranças a sua mente sincera para que vocês se recordem…

Sua intenção não era convencê-los de algo nem discutir qualquer assunto específico, mas motivar aqueles dedicados seguidores de Jesus. Pedro chama sua atenção para coisas que já sabiam, mas que, talvez, não estivessem pensando ou praticando.

Todos precisamos de lembretes assim de tempo em tempo, que podem vir de muitas fontes: um podcast de áudio, o conselho de um amigo, o estudo da Palavra de Deus, meditar e escutar os sussurros de Deus, etc. Esses bons lembretes são importantes componentes no nosso crescimento espiritual. Podem ajudar a nos manter espiritualmente ativos, saudáveis e com vidas equilibradas.

Neste post vou compartilhar com vocês três desses “lembretes”, na esperança que os animem e motivem. Um lembrete é algo que, necessariamente, já sabemos. Não é informação nova, mas uma verdade valiosa (grande ou pequena) na qual talvez não pensamos há algum tempo. O fato é que ser lembrado de algo espiritualmente bom pode ser fonte de força, esperança, renovação e produzir um efeito que permanece em nossos corações.

GPS para o dia a dia

Eu me identifico muito com a história contada por Francis Chan. É algo que amo sobre como Deus opera em nós.

A coisa que mais gosto no meu GPS (com voz feminina) é como lida com meus erros. Às vezes, me diz para virar à direita, mas, por algum motivo, perco a entrada. ... Mas a voz nunca fica zangada. Tudo que diz é: “recalculando a rota”. Só isso! Nunca diz: “Por que você não virou? Agora eu vou ter mais trabalho!” Simplesmente recalcula a rota e me redireciona.

Adoro essa voz. É cheia de perdão e compreensão. Quando diz “recalculando”, o que ouço é: “Francis, você está no caminho errado, mas vou ajudá-lo a chegar ao seu destino. Não se preocupe. Vai demorar um pouco mais, então esteja atento a próxima vez que eu der instruções. Mas você vai chegar lá.”

É exatamente o que o Espírito Santo fez comigo a vida inteira. Escolhi algumas rotas erradas, mas Ele me diz: “Recalculando”. “Não se preocupe. Vou levá-lo ao seu destino. Vou formá-lo no homem que o criei para ser. Vai demorar um pouco mais porque você se desviou feio dessa vez. Mas não se preocupe. Ainda sei como levá-lo aonde você quer chegar.”

Espero que você ouça o Espírito Santo lhe dizer quando você entrou na rua errada, quando descobrir que não está onde deveria no seu caminhar com o Senhor. “Recalculando”... Não se preocupe, vou levá-lo até ao seu destino.” Nesse momento, você tem de escutar. Em algum ponto tem de confiar que a Palavra de Deus está tentando direcionar nossa vida. É hora de dar ouvidos às instruções de Deus e perguntar a si próprio aonde quer ir.[1]

Lembrete: No trajeto da vida, uma conversão errada não quer dizer que tudo está perdido. O Espírito Santo está “recalculando” o trajeto, sempre trabalhando para levar você de volta ao caminho certo. Deus é fiel e quer ajudá-lo a chegar ao seu destino. Você tem apenas de escutar e seguir.

Jesus versus Satanás

A necessidade de permanecer abastecido com a Palavra de Deus é um lembrete que já ouvimos muitas vezes. Tanto que já se tornou um clichê. Mas é de vital importância termos esse tempo para absorver a Palavra de Deus e deixá-la fortificar nossos corações e mentes.

Você provavelmente já ouviu muitas vezes que Deus tem um plano para a sua vida. Sabia que o Diabo também tem planos para você? E esses planos podem ser resumidos em um único versículo. Jesus primeiro descreve as intenções, meta e plano do Diabo e depois os de Deus. Assim Ele diz:

O ladrão [referindo-se a Satanás] só vem para roubar, matar e destruir; Eu [Jesus] vim para que tenham vida, e a tenham em abundância.[2]

Além de nos dar essa informação, Jesus também revela o segredo para nos protegermos dos planos malévolos do Inimigo. Essa proteção é a Palavra de Deus e nossa obediência a ela.

Em Mateus 13, encontramos a Parábola do Semeador, em que a “semente” corresponde à Palavra de Deus. Precisamos trabalhar no “solo” de nosso coração para que a “semente” crie raiz e cresça. Jesus diz: “E quanto à semente que caiu em boa terra, esse é o caso daquele que ouve a palavra e a entende.”[3] Jesus diz então que essa pessoa será frutífera.

Para nossos corações serem “solo bom” que produz fruto, precisamos ter paixão pela Palavra de Deus. Precisamos fazer da leitura e do estudo de Sua Palavra hábitos fundamentais em nossas vidas. Da mesma forma que planejamos nossa alimentação física, devemos programar nossa dieta espiritual e definir horários para nosso alimento espiritual assim como temos horas estabelecida para nossas refeições.

Deus não quer que Sua Palavra seja apenas estudada ou guardada em nossos corações. Sua intenção é que ela seja praticada, aplicada no campo de batalha da vida, na maioria das situações de dificuldades que encontramos. A Palavra de Deus nos é dada como fonte de força e esperança, para nos ajudar a superar as tribulações e nos tornar vitoriosos. Certamente, para contar com esse poder, precisamos estudar regularmente a Palavra e trazê-la para a realidade de nossa vida.

O dia a dia pode ser uma luta. A vida está cheia de desafios. Mas há uma “luta” espiritual sendo travada também e, como membro da Equipe de Jesus, é de seu interesse se abastecer com a Palavra de Deus, cultivar o solo do seu coração e se guardar dos ataques de Satanás. O plano dele para você não é bom, então use a proteção da Palavra de Deus contra suas intenções malignas.

Lembrete: A Palavra de Deus não é apenas fonte de força, esperança e alimento espiritual, mas também protege você das intenções e ataques de Satanás contra sua vida. Dê à Sua Palavra a importância, o tempo, o foco e o lugar devido em sua vida.

Agora não, depois

Não temos de esperar para “algum dia” nos envolvermos no trabalho de Deus ou no que Ele planejou para nós. Podemos ser parte do maravilhoso plano de Deus hoje, agora mesmo, independentemente do que estejamos fazendo.

O Pastor Louie Giglio explicou muito bem isso, quando disse: “Muitas vezes, pensamos que ser poderosamente usado por Deus é uma coisa que “um dia acontecerá”, em vez de algo para agora mesmo. Vivemos segundo um modelo de comportamento orientado pela mentalidade de que “o momento vai chegar”, sempre esperando pelo que vai acontecer em vez de aproveitar este momento.”[4]

Em vez de pensar em termos de uma oportunidade que virá em algum momento no futuro, pense no agora mesmo. Olhe para a situação na qual você se encontra hoje e lance-se ao que Deus pode fazer já, mesmo que pareça bagunçado, temporário ou assuste. Nenhuma situação pode desqualificar você de espalhar a maravilhosa mensagem de Jesus.

Sempre existe a tentação de olhar para o futuro, perguntando-se qual será o plano de Deus para você ou achando que “talvez no ano que vem estarei em uma situação que me permitirá fazer mais para Deus”, ou “Terei mais tempo” ou “Estarei mais preparado”. Não é preciso estar mais “preparado” para Deus poder usar você. Ele quer agir em sua vida, trabalhar por seu intermédio e instrumentalizar você para se tornar Seu “sal” e brilhar como Sua “luz” para aqueles ao seu redor hoje.

Como alguém disse, referindo-se a Jesus: “Não importa tanto aonde você vai; o que vale é o que leva consigo.” É mesmo, não é? É típico da natureza humana dar mais atenção às dificuldades, às nossas preocupações e às incertezas do futuro, mas essas coisas não são as mais importantes. Por meio do Espírito Santo, levamos Jesus conosco e Seu poder, propósito, luz, mensagem e a dádiva eterna da salvação.

Obviamente, isso não diminui as muitas responsabilidades que temos hoje, tais como a necessidade de fazer escolhas sábias, prover diligentemente pelas nossas famílias, buscar excelência em nossos trabalhos e ser um testemunho da nossa fé, mas vale lembrar que o que mais conta não é aonde vamos, mas o que levamos conosco. Levamos Jesus a todo lugar que formos. É nosso verdadeiro tesouro e pérola de grande valor.

Lembrete: Você está pronto agora, para ser parte do grande plano e propósito de Deus. Não adie fazer-se disponível para Deus. Jesus quer nos usar agora mesmo, do jeito que somos.

Publicado originalmente em setembro de 2015. Adaptado e republicado em fevereiro de 2018.


[1] Francis Chan in Louie Giglio, Passion: The Bright Light of Glory (Nashville: W Publishing, 2014), 63–64.

[2] João 10:10.

[3] Mateus 13:23 NVI.

[4] Giglio, Passion, 198.