tfionline Faça seu login

Abril 16, 2018

Buscar o Espírito de Deus

Peter Amsterdam

[In Pursuit of God’s Spirit]

“Deus é espírito, e importa que aqueles que o adorem o façam em espírito e verdade.”—João 4:24

O Espírito de Deus nos reveste de poder, nos transforma, reforma, inspira, e nos motiva a cumprir a vontade de Deus, quer seja amar os outros, quer testemunhar, ensinar, pregar, falar, ou criar. O Espírito Santo é a presença de Deus em nós; a influência transformadora do Espírito Santo que guia nossa consciência e nos concede o poder para viver conforme a verdade de Deus.

O Espírito de Deus fala conosco por Suas palavras, principalmente pela Bíblia, mas também por outros meios, tais como os escritos ou as palavras de outros, pela profecia. A Palavra prepara o terreno de nossos corações para a obra do Espírito Santo e abre nossos corações, mentes e espíritos à influência do Espírito.

Sentimo-nos compelidos a seguir o código moral que Deus pôs em nossos corações, de forma que nossas ações sejam motivadas pelo amor e pelo senso de integridade. No tocante às outras coisas ou como uma pessoa reage à voz do Espírito em sua vida, entendemos que sejam questões de foro íntimo e fé pessoal, mas é importante fazermos a nossa parte e nos esforçarmos para nos mantermos flexíveis e adaptáveis ao movimento do Espírito em nossos corações e vidas.

Um elemento-chave para deixar Deus nos guiar, para entender Sua orientação e segui-lO é nos fundamentarmos em Sua palavra, buscando conhecer e entender a verdade de Sua palavra. É pela Bíblia que Deus se revela à humanidade. É pelo entendimento da Palavra de Deus que descobrimos o plano de Deus para nós.

O passo seguinte é viver essa verdade no nosso dia-a-dia, tão bem quanto formos capazes, pela graça de Deus. Para vivermos a verdade, precisamos entendê-la. Para entendê-la, devemos buscar o entendimento, ou seja, empenharmo-nos, dedicarmos tempo a isso.

Quando perguntaram a Jesus quais eram os mais importantes dos mandamentos de Deus, Ele respondeu que era amar Deus de todo o coração, mente e entendimento. Referiu-se especificamente ao entendimento.[1] Para conhecer e compreender a Palavra de Deus é preciso usar o entendimento. É preciso não apenas ler, mas aprender, estudar, crescer em entendimento. Conforme entendermos quem Ele é pela compreensão da Sua natureza divina, cresce nosso amor por Ele, nossa admiração pelo Seu poder, pelo Seu amor e pela Sua sabedoria. Conhecê-lO melhor nos aproxima dEle.

Cecil B. DeMille (1881–1959), produtor do famoso filme “Os Dez Mandamentos” disse: “Depois de mais de 60 anos em que diariamente li a Bíblia, sempre a percebi nova e maravilhosamente em sintonia com as necessidades decorrentes das mudanças diárias da vida.”

Com toda certeza, a Bíblia não é o único livro no mundo que se deve ler, mas é um livro que deve ser lido, deve ser objeto de meditação, de estudo e cujo conteúdo deve ser absorvido vez após vez. Afinal, é o livro que revela o que Deus nos disse sobre si. Contém Suas palavras para nós, Suas respostas para esta vida e informações sobre a vida por vir. Ensina como interagir com Ele, como se tornar mais como Ele. Acima de tudo, nos diz como estabelecer um relacionamento com Ele, recebê-lO em nossas vidas e nos conectar a Ele.

Ler, acreditar e absorver a Palavra de Deus nos transforma profundamente. Como dizia D. L. Moody (1837–1899): “A Bíblia não nos foi dada para aumentar nosso conhecimento, mas para mudar nossas vidas.”

Charles Colson (1931–2012) disse: “A Bíblia —banida, queimada, amada —é mais amplamente lida e mais frequentemente atacada do que qualquer outro livro na história. Gerações de intelectuais buscaram desacreditá-la, ditadores de todas as eras tentaram proscrevê-la e muita gente foi executada por ler Suas palavras. Contudo, soldados que a levam para a batalha a consideram mais poderosa que suas armas. Fragmentos de seus textos já foram contrabandeados para prisões solitárias e transformaram impiedosos homicidas em santos bondosos.”

Como provavelmente vocês sabem, Charles Colson foi um assessor especial de Nixon, ex-presidente dos Estados Unidos. Cumpriu pena de sete meses em uma prisão federal e foi o primeiro membro daquela administração a ser encarcerado pelas acusações relacionadas ao processo conhecido como Watergate. Antes de ser condenado, recebeu de um amigo um exemplar de Cristianismo Puro e Simples, escrito por C. S. Lewis, cuja leitura levou Colson a se tornar cristão. Sua vida foi transformada para sempre.

Nossas vidas se tornam melhores quando absorvemos a Palavra de Deus. É preciso um esforço para ler e estudar Sua palavra, mas conforme fortalecemos nossa conexão com Deus e Seu Espírito, conforme nos determinamos a ler regularmente Sua palavra, na medida em que nos disciplinamos para investir o tempo e o esforço necessários, construímos uma relação mais rica com Ele. Passar tempo com Suas palavras é passar tempo com Ele.

Como um escritor explica, não temos de ler as Escrituras. Queremos ler as Escrituras. Podemos ler as Escrituras. É nosso privilégio. Ninguém me diz: “Você tem de beijar sua esposa.” Não. Posso beijá-la, quero beijá-la, porque a amo.[2]

Nós, que temos paixão por Deus, que O amamos, que estamos dispostos a buscar Seu Espírito, queremos saber tudo que estiver ao nosso alcance sobre Ele e uma das principais maneiras de conseguir isso é pela leitura da Sua palavra. Não a estudamos simplesmente porque queremos adquirir maior conhecimento acerca de Deus e Sua natureza divina. Queremos conhecê-Lo melhor, amá-lO mais, envolvê-lO mais em nossas vidas. Desejamos receber Sua orientação, ouvir Sua voz e ir aonde Ele guiar.

Deus fala conosco de várias maneiras. Se escutarmos, O ouviremos. Escutamos quando meditamos na Sua palavra, quando Lhe pedimos para nos mostrar como aplicar o que lemos no nosso cotidiano. Escutamos quando nos aquietamos e Lhe damos oportunidade de falar conosco. Isso também exige esforço. Abrir o coração para Sua voz, estar pronto para o que quer que Ele nos diga, quer seja por pensamentos que nos dá, ou pela Sua voz em profecia, pela Sua Palavra escrita, ou por meio de outros cristãos. O segredo é estar aberto, aquietar nosso espírito, escutar e prestar atenção.

É um privilégio que Deus queira falar conosco individualmente. E Ele falará se separarmos tempo para ouvi-lO pela profecia, pela Sua voz mansa e delicada ou pela voz da Palavra. A Bíblia nos revela a vontade geral de Deus, não a específica para cada indivíduo. Deus espera que cada um de nós O busque para ter a Sua orientação e no que concerne a como aplicar Sua vontade geral a nossas vidas.

Deus é nosso parceiro na vida. Quer ser ativo em nossas vidas. Deseja nos guiar e nos ajudar a tomar boas decisões. Segui-lO é permitir-Lhe ter influência em nossas vidas; é conscientemente Lhe pedir orientação e fazer o que Ele mostrar. É conversar com Ele, falar com Ele como fazem amigos íntimos e ouvir Sua voz tranquila.

Deus nos ama, está conosco e podemos confiar nEle. Se fizermos isso, Ele não nos falhará e nos guiará. Conforme buscarmos o Espírito de Deus, esforçando-nos para nos comunicarmos com Ele pela Sua palavra, escutando Sua voz e O seguirmos, nossas vidas serão centradas em Deus, cheias de Deus e dirigidas por Deus, vidas plenas de amor, alegria e grande satisfação.

Publicado originalmente em setembro de 2013. Editado e republicado em abril de 2018.


[1] Marcos 12:30.

[2] Tony Merida, “Letting the Word Dwell in You Richly”.