tfionline Faça seu login

Junho 25, 2019

A Vida Centrada em Cristo

Compilação

[What Is a Christ-Centered Life?]

Nós adoramos usar o termo “centrado em Cristo”… Mas é um conceito muito mais fácil de ser discutido do que vivido, não é? No palco dos elementos rotineiros da vida, muitas outras coisas competem com Cristo pelo lugar central.

Hoje quero compartilhar quatro palavras que contribuíram para moldar o meu entendimento da vida centrada em Cristo.

1. Fonte. Uma vida centrada em Cristo começa com o entendimento de que o Senhor é a fonte de tudo que somos. Ele nos criou. Pertencemos a Ele. Ele nos dotou com talentos, escreve a nossa história e toda bênção que temos, dEle recebemos.[1]

Além disso, Cristo é a fonte da nossa justiça cada dia. Não temos nenhum desejo interior ou capacidade moral para viver à altura dos padrões bíblicos, mas em Cristo temos tudo o que precisamos para vivermos segundo os preceitos divinos.[2]

2. Motivação. A vida centrada em Cristo revela que Ele é a motivação de tudo o que pensamos, dizemos e fazemos. Muitos de nós deixamos pouco espaço para Cristo no nosso cristianismo. O que eu quero dizer é que a nossa habilidade de “guardar a lei” ou nosso orgulho da tradição histórica é o que define nossa fé, não a personalidade de Jesus.

O seu cristianismo é íntimo e pessoal? Você deseja conhecer Cristo?[3] Você quer fazer parte do Seu trabalho? Você quer agradar a Ele? Você quer incorporar o Seu caráter? Uma vida centrada em Cristo é profundamente íntima e motivada por esse relacionamento.

3. Meta. A meta máxima da vida centrada em Cristo é que Jesus receba a glória. Não está errado perseguir metas pessoais, mas a glória de Cristo é a bússola que norteia todas as metas.

Como queremos que Cristo seja conhecido, honrado, adorado e obedecido, entregamos a Ele toda meta alcançável. Nossas decisões deixam de ser controladas por nossos desejos egoístas e passam a ser guiadas por novos desejos inspirados pelo Seu amor.[4]

4. Esperança. A vida centrada em Cristo aposta tudo no Senhor. Sabemos que esta vida não é tudo, que estamos a caminho da eternidade.[5] Mas a vida centrada em Cristo é mais do que um ingresso para fora do inferno. Temos esperança aqui e agora, porque Cristo prometeu a Sua presença e graça até nós irmos para o Lar.

Pergunte-se: A minha vida é centrada em Cristo? Cristo é a fonte da minha vida? Ele é a motivação em tudo que faço? A minha meta é a glória de Deus? Ele é a minha esperança, tanto hoje como para a eternidade?

Como eu disse no início, muitas coisas competem pelo lugar central no palco do nosso coração. A boa notícia do Evangelho é que Jesus nos aceita e perdoa quando Ele não está no centro.

O nosso Salvador nos acompanha e luta por nós conforme progredimos no sentido de colocá-lO como ponto focal na nossa vida!—Paul Tripp[6]

Você está centrado em Deus ou em si mesmo?

“Não se aflijam com nada; ao invés disso, orem a respeito de tudo... Se fizerem isto, vocês terão experiência do que é a paz de Deus, que é muito mais maravilhosa do que a mente humana pode compreender...”—Filipenses 4:6–7[7]

O que vai estar no centro da sua vida?

Em outras palavras, por quem ou pelo que você vai viver? Existem muitas opções. Pode centrar sua vida em uma carreira, um esporte, um hobby, em ganhar dinheiro, ou em curtir.

Nada disso está errado. É tudo aceitável, mas são péssimas escolhas para ter como o centro da sua vida. Você precisa de algo imutável que jamais lhe será tirado… Você  precisa de algo imutável e seguro.

Uma das maneiras de saber que Jesus está no centro da sua vida é que você se preocupa menos. Ao menor sinal de preocupação você deveria ficar atento à mensagem: “Deixei alguém ou algo se tornar o centro da minha vida, em vez de Deus”. Você poderia deixar uma pessoa se tornar o centro da sua vida, e ficará estressado, pois sabe que ela pode se afastar a qualquer momento, adoecer ou morrer.

Existe apenas uma coisa que você pode colocar no centro da sua vida que nunca mudará e é forte o suficiente para sustentá-lo durante toda a sua vida: Jesus Cristo.

Você se lembra das antigas bolas bounce? Quando ela quicava e saltava uns 10 metros. Por quê? Porque no centro, na essência daquela bola havia um ponto sólido e compacto. Por isso ela saltava daquela maneira.

Quando a sua essência é sólida em Deus, você consegue quicar e saltar. Você se recupera do estresse, dos problemas e das dores mais rápido. Você se recupera de uma crise mais rápido, pois tem algo sólido na sua vida que não muda, portanto preocupa-se menos.—Rick Warren

Como deveria ser a vida centrada em Deus

A vida centrada em Cristo (ou Cristocêntrica) é focada no compromisso com o Senhor Jesus Cristo. Na essência de toda decisão humana existe a motivação. Algumas pessoas são motivadas pela busca por prazer ou dinheiro. Algumas centram suas vidas em uma meta, serviço, ou até suas famílias. E essas coisas não estão erradas. O único porém é que aquilo que focamos em nossas vidas pode se tornar nosso deus.

O coração humano foi criado para adoração, e se não adorar a Deus, vai adorar outra coisa. Se não focarmos em Cristo, focaremos em algo mais. A adoração é medida pela quantidade de tempo, dinheiro e energia emocional dispendidas. Nossos deuses são identificados pelo grau de envolvimento que nos inspiram e, depois de um tempo, começamos a nos assemelhar a eles. Falamos sobre eles, pensamos neles, sonhamos com eles e planejamos como passar mais tempo na sua companhia. As pessoas que nos conhecem melhor geralmente conhecem nossas grandes paixões, porque é difícil esconder tais preferências.

Os seguidores de Cristo que centram sua vida nEle tornam-se mais semelhantes a Eles. Falam mais a respeito dEle, pensam mais nEle, sonham com Ele, e planejam como passar mais tempo com Ele… O maior desejo do seguidor centrado em Cristo é Lhe agradar e se tornar mais como Ele. …A meta principal da vida centrada em Cristo é glorificar a Deus.

Mas a vida centrada em Cristo não deve ser confundida com a vida centrada em religião. Os fariseus da época de Jesus tinham uma vida centrada na religião. Comiam, bebiam e dormiam segundo a Lei. … Mas Jesus teve duras palavras de censura para eles. Eram centrados na Lei, não no amor, e isso fazia uma grande diferença.[8] A vida centrada em religião busca supremacia, atenção e glória baseadas em performance. Ela mantém uma tabela de pontos e julga a si mesma e a outros por padrões próprios. A vida centrada em Cristo repousa na obra consumada de Jesus em seu favor e busca a santidade como um meio de se aproximar de Deus.[9]

O segredo para viver uma vida centrada em Cristo é entender o “temor do Senhor”.[10] O temor do Senhor é a consciência constante de que nosso Pai celestial está observando e avaliando tudo que pensamos, dizemos ou fazemos. Aqueles que têm uma vida centrada em Cristo desenvolveram uma consciência tangível da presença de Jesus.[11] Tomam decisões baseadas na pergunta: “Isto agradaria ao Senhor?” Evitam as ciladas de Satanás e armadilhas mundanas porque avaliam suas escolhas: “Se Jesus fosse passar o dia comigo, eu faria isso? Assistiria a isso? Diria isto ou aquilo?”[12]

Ninguém jamais foi perfeito exceto Jesus.[13] Até mesmo aqueles que desejam profundamente uma vida centrada em Cristo tropeçarão, cairão, pecarão e tomarão decisões carnais em momentos de fraqueza.[14] Mas a pessoa centrada em Cristo não consegue viver fora de harmonia com Deus. Ela rapidamente confessará seu pecado e restaurará sua comunhão com Ele. Esse processo de contínua harmonia com Deus… é um processo que perdura por toda a vida através do qual Deus nos torna mais como Jesus.[15] Quando centramos nossos corações nEle, nossa vida segue esse rumo.—De gotquestions.org[16]

Abra espaço para Cristo

Eu tenho uma palavrinha para o cristão: Eu o desafio a parar um momento, pois o mundo pode se infiltrar no seu coração e afastar Cristo com coisinhas inúteis e insignificantes, enfatizando as coisas erradas e o fazendo dedicar tempo às coisas que são do mundo, e dar atenção às coisas materiais mais do que ao convívio com o Senhor Jesus Cristo e à leitura da Sua Palavra. E quando faz isso, em breve Cristo está fora de cena.

Mas o mundo nunca satisfaz, eu garanto. Queremos exaltar por um momento o nosso precioso Senhor Jesus Cristo, afirmando que Ele satisfaz maravilhosamente. Se você continua insatisfeito, vazio, com um espaço dolorido na sua alma, preste atenção neste versículo: “A minha porção é o Senhor.” Milhões já deram testemunho dessa verdade, de que Ele satisfez o desejo de seus corações. Quando não conheciam nada além do trabalho e salário do mundo, nos quais não encontravam satisfação, Cristo entrou em suas vidas e inundou com luz maravilhosa suas almas entenebrecidas.—Virginia Brandt Berg

Publicado no Âncora em junho de 2019.


[1] Gênesis 1, Atos 17:26, Tiago 1:17.

[2] 2 Pedro 1:3.

[3] Filipenses 3:10.

[4] 2 Coríntios 5:14–15.

[5] 1 Coríntios 15:19, Apocalipse 21:4.

[6] https://www.paultripp.com/wednesdays-word/posts/what-is-a-christ-centered-life.

[7] Bíblia Viva.

[8] Mateus 23:25; Lucas 11:42.

[9] Hebreus 12:14.

[10] Salmo 19:9; Provérbios 16:6.

[11] Mateus 28:20.

[12] 1 Timóteo 3:7; Efésios 6:11.

[13] Hebreus 4:15.

[14] 1 João 1:8–10.

[15] Romanos 8:29; Hebreus 12:14.

[16] https://www.gotquestions.org/Christ-centered-life.html.