tfionline Faça seu login

Agosto 9, 2016

Um Coração Tranquilo

Compilação

[A Tranquil Heart]

“O coração tranquilo é a vida do corpo…” No original em hebraico, a palavra tranquilo significa, em essência, um coração despojado de inveja, com emoções e paixões sob controle — um coração calmo e confidente. Não um coração amedrontado e agitado.

Em vez de deixarmos a inveja crescer no nosso coração… peçamos a Deus para nos ajudar a cultivar serenidade. Em vez de ficarmos olhando para os outros, olhemos para cima, para Deus, pedindo que Ele nos capacite a aceitar nossa personalidade ímpar, nossos talentos, e até mesmo nossos defeitos e erros.

A maneira de cultivarmos um coração tranquilo é assimilando a sabedoria de Deus por meio de nos submergirmos na Palavra de Deus. Podemos então recuperar a Sua Palavra na hora de necessidade, para que ela fale conosco a respeito da situação e acalme nossas emoções às vezes desenfreadas.

Cultivamos um coração tranquilo quando damos prioridade à oração e observamos Deus atender aos nossos pedidos específicos, sempre na hora perfeita, quando Ele sabe ser melhor.

Cultivamos um coração tranquilo quando confiamos em Deus em relação às nossas circunstâncias, sabendo que Ele quer o melhor para nós e vai desempenhar o Seu papel dentro do que planejou para nós nesta vida.—Karen Ehman[1]

*

Senhor, dê-me fé para cada dia,
Coração tranquilo para fazer a minha parte,
E, segurando a Sua mão, seguir o Seu caminho.

Senhor, dê-me fé para confiar e até ter certeza
Tranquilidade para ver em tudo o Seu proceder,
E, como uma criança, seguir aonde me levar.

Senhor, dê-me fé para deixar tudo por Sua conta,
O futuro é um dom que a Ti pertence,
O véu do Teu amor nos envolve.

Quando nada nos sobrar neste mundo,
Fortalezas ruírem e virarem poeira;
Sem garantias, exceto que Deus reina supremo,
Esse é o momento de confiar.

Melhor caminhar por fé do que por vista,
Durante toda a jornada desta vida;
O céu escuro, a noite sem estrelas,
Esse é o momento de deixar a fé brilhar.

John Oxenham

*

Apesar de que chegará o dia em que o mundo viverá a ausência da guerra, após a Segunda Vinda de Jesus, a paz tão falada na Palavra de Deus diz respeito ao bem-estar geral dos indivíduos, física e espiritualmente. As Escrituras repetidas vezes declaram que bem-estar, tranquilidade e shalom resultam de um relacionamento correto com Deus, o qual é possível pelo Salvador.

Podemos possuir a plenitude de shalom: completude, bem-estar, satisfação, contentamento, tranquilidade, harmonia e paz de espírito, fonte da paz interior em meio às tormentas e desafios da vida, os quais todos enfrentamos. Nesta integridade, pela salvação que recebemos pelo sacrifício de Jesus, encontramos a paz com Deus e, consequentemente, a verdadeira paz no nosso íntimo.

Encontramos paz no Salvador, encontramos paz quando amamos a Palavra de Deus, quando nossos caminhos agradam ao Senhor, paz pela presença do Espírito Santo, paz na fé e paz quando Cristo governa nossos corações.—Peter Amsterdam

*

A Bíblia usa a palavra paz de diferentes maneiras. Às vezes, paz refere-se à amizade entre Deus e o homem. Essa paz entre o santo Deus e a humanidade pecaminosa foi possibilitada pelo sacrifício e morte de Cristo, “havendo por ele feito a paz pelo sangue da sua cruz.”[2] Além disso, Jesus, sendo o Sumo Sacerdote, mantém essa amizade com aqueles que, “por meio dele, aproximam-se de Deus, pois vive sempre para interceder por eles.”[3] Essa condição de amizade com Deus é um pre-requisito para o segundo tipo de paz que, às vezes, refere-se a uma mente tranquila e sossegada. Em outras palavras, sendo “justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo,”[4] podemos vivenciar a verdadeira paz de espírito que é fruto do Espírito Santo, exibindo o Seu fruto.[5]

Isaías 26:3 diz que o Senhor conservará em “perfeita paz” aquele cuja mente está “firme” nEle, ou seja, apoiando-se nEle, focando nEle e confiando nEle. A nossa paz de espírito é “perfeita” ou imperfeita dependendo de quanto nossa “mente fica firme” em Deus, em vez de ficarmos pensando em nós mesmos e nos nossos problemas. Vivenciamos paz quando acreditamos no que a Bíblia diz sobre a proximidade de Deus,[6] Sua bondade e poder, Sua misericórdia e amor pelos Seus filhos, e a Sua soberania em todas as circunstâncias da vida. Mas não podemos confiar em alguém que não conhecemos. Por isso, é crucial conhecermos intimamente Jesus Cristo, o Príncipe da Paz.

A paz é resultado de oração. “Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os seus corações e as suas mentes em Cristo Jesus.”[7]

Paz de espírito é resultado de reconhecer que todas as nossas provações são por desígnio do nosso amoroso e onisciente Pai. “Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito.”[8]De gotquestions.org[9]

*

Se entendermos que nosso principal e único dever é amar a Deus acima de tudo e amar a todos, até mesmo nossos inimigos, desfrutaremos da tranquilidade espiritual em todas as circunstâncias.—A. W. Tozer (1897–1963)

*

Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim.—João 14:1

*

No que você pensa quando ouve a palavra tranquilidade? Há muitas imagens que as pessoas associam à tranquilidade. O espelho d’água em um lago sereno, sem ventos ou ondas. Ou um campo de flores delicadas perfeitamente imóveis. Ou talvez um dia de inverno com a neve caindo e formando um manto de silêncio e paz.

Seja qual for a sua imagem de tranquilidade, é assim que quero que se sinta. Quero que esteja tranquilo e em paz, não inquieto. Para encontrar essa tranquilidade, tome tempo para meditar em Mim. Só é possível ter um espírito verdadeiramente tranquilo se passar tempo Comigo, orando e meditando. Faça isso, para encontrar o sossego que precisa.

Deixe o Meu Espírito fluir em você. Eu sou paz e sossego, e pode desfrutar da Minha presença enquanto medita em Mim e na Minha Palavra. Permita-Me preencher seus pensamentos com imagens de harmonia e sossego, e louve-Me pela calma e tranquilidade que Eu emano.—Jesus, falando em profecia

*

…Paz interior é resultado de desenvolvermos amor e compaixão. Quanto mais nos interessamos pela felicidade de outros, maior é o nosso próprio bem-estar.—Dalai Lama

Publicado no Âncora em agosto de 2016.


[1] http://proverbs31.org/devotions/devo/the-mythical-mosaic-of-motherhood.

[2] Colossenses 1:20.

[3] Hebreus 7:25.

[4] Romanos 5:1.

[5] Gálatas 5:22.

[6] Como em Salmo 139:1–12.

[7] Filipenses 4:6–7.

[8] Romanos 8:28.

[9] http://www.gotquestions.org/peace-of-mind.html.