tfionline Faça seu login

Novembro 8, 2018

Ser Forte no Senhor

Maria Fontaine

[Being Strong in the Lord]

“E disse-me: A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo.”—2 Coríntios 12:9

Eu já escrevi sobre a necessidade de confessar e admitir nossas fraquezas, porque, sendo cristãos, é fácil assumir a ideia errônea de que devemos ser fortes e “perfeitos” o tempo todo. Algumas pessoas acham que se não conseguem ser perfeitas, pelo menos devem dar a impressão ou fingirem ser perfeitas! Por isso tentam esconder seus erros, problemas ou fraquezas, passando a impressão errada do que significa ser forte no Senhor[1].

Ser fraco só por ser fraco não é a meta ou o objetivo. A nossa fraqueza deveria mostrar a força do Senhor, como Paulo disse, “para que em mim habite o poder de Cristo”. Essa é a razão porque devemos confessar e admitir nossas fraquezas, para mostrar que o Senhor é forte, e que apesar de sermos fracos Ele pode manifestar a Sua força em nós. Ele pode revelar a Sua força através das nossas fraquezas.

Logicamente, “gloriar-se na nossa fraqueza”[2] não significa dar a impressão de que a pessoa deve ser tão fraca que mais parece um monte de geleia no chão. Isso não seria um testemunho nem serviria a nenhum propósito. As pessoas diriam: “Olhe aquele coitado! Pelo jeito o Senhor e o Evangelho não têm muito a oferecer. Achei que Deus fizesse milagres na vida das pessoas e manifestasse a Sua força na nossa fraqueza”.

Podemos usar nossas fraquezas para demonstrar a força do Senhor, “pois a sua força se aperfeiçoa na nossa fraqueza”[3]. A Palavra diz: “Fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder”.[4] Devemos ser fortes, mas com a força do Senhor, não a nossa. Para outros entenderem que a nossa força está no Senhor, precisamos estar dispostos e ser abertos em admitir as nossas próprias fraquezas e defeitos, mas, ao mesmo tempo, demonstrarmos a Sua força nos empenhando em fortalecer nossos pontos fracos e dando testemunho da maneira como o Senhor nos ajuda a vencer.

Somos humanos, todos temos fraquezas. Quando somos honestos e admitimos nossos defeitos, o fazemos para que o Senhor receba o mérito e a glória quando age por nosso intermédio. Dessa forma as pessoas saberão que é obra do Senhor e o Seu poder se aperfeiçoando em nós. Quando você admite suas fraquezas, tem que lutar e deixar o Senhor mostrar a força dEle para que Ele receba o mérito pelo que for realizado.[5]

O Senhor criou cada um de nós com determinados pontos fortes. Adquirimos outros pontos fortes durante a vida, até mesmo antes de sermos salvos e começarmos a servir ao Senhor. Existem pessoas que parecem ser excepcionalmente fortes, ou fortes em algum aspecto. É claro que quando se usa essa força e realiza-se algo para o Senhor é importante dar a Ele o mérito e a glória. E quando se trata de um ponto forte aparentemente “natural”, algo que você sempre teve, é ainda mais importante verbalizar a glória ao Senhor do que quando é algo obviamente milagroso e sobrenatural. Caso contrário não há maneira de a maioria das pessoas saberem que foi o Senhor, e não apenas você.

Algumas pessoas não se deixam distrair facilmente. Elas têm a mente fixa em algo, e parecem não se deixar incomodar ou perturbar sequer por seus problemas pessoais. Simplesmente seguem adiante pelo Senhor não importa o que aconteça. No caso daqueles que são fortes assim por natureza, devemos nos lembrar que foi o Senhor que os fez assim e os dotou desses pontos fortes.

“O que você tem que não tenha recebido?”[6] Nós nem estaríamos aqui ou teríamos sequer nascido nem teríamos nada se não fosse o Senhor. Mesmo que você seja forte desde que nasceu, ainda assim é obra do Senhor. É Ele que nos concede dons. É tudo inspiração dEle. Somos dotados em diferentes aspectos, com diferentes pontos fortes e fracos, habilidades e inabilidades.[7]

A Bíblia diz que “a sua força se aperfeiçoa” na nossa fraqueza.”[8] Em outras palavras, a força do Senhor pode se manifestar através da nossa fraqueza. É preciso força para realizar o trabalho. Ele nos admoesta a sermos “fortes na força do seu poder”.

A questão toda é que devemos ser fortes no Senhor. Esse é o nosso objetivo. Podemos admitir e confessar nossas fraquezas, mas sem ficarmos martelando nelas. Ao admitirmos nossas fraquezas devemos perceber e ficar agradecidos por sabermos que o Senhor vai nos fortalecer para podermos fazer algo por Ele.

“O povo que conhece ao seu Deus se esforçará e fará proezas.”[9] Essa é a meta! Então, “fortalecei-vos no Senhor e na força do Seu poder.”[10]

Publicado originalmente em junho de 1989. Adaptado e republicado em novembro de 2018.


[1] Efésios 6:10.

[2] 2 Coríntios 12:9.

[3] 2 Coríntios 12:9.

[4] Efésios 6:10.

[5] 2 Coríntios 12:10.

[6] 1 Coríntios 4:7.

[7] 1 Coríntios 12.

[8] 2 Coríntios 12:9.

[9] Daniel 11:32.

[10] Efésios 6:10.