tfionline Faça seu login

Dezembro 20, 2017

Pensando nos Reis Magos

Phillip Lynch

[Musings on the Magi]

Eu sempre fui fascinado por uma parte específica da história do nascimento de Jesus: a visita dos reis magos.

O Evangelho segundo Mateus é o único que menciona essas figuras misteriosas denominadas reis magos em algumas ocasiões, e oferece poucos detalhes.

Depois que Jesus nasceu em Belém da Judéia, nos dias do rei Herodes, magos vindos do Oriente chegaram a Jerusalém e perguntaram: “Onde está o recém-nascido rei dos judeus? Vimos a sua estrela no Oriente e viemos adorá-lo”. Quando o rei Herodes ouviu isso, ficou perturbado, e com ele toda a Jerusalém. Tendo reunido todos os chefes dos sacerdotes do povo e os mestres da lei, perguntou-lhes onde deveria nascer o Cristo. E eles responderam: “Em Belém da Judéia; pois assim escreveu o profeta:

“‘Mas tu, Belém, da terra de Judá, de forma alguma és a menor entre as principais cidades de Judá; pois de ti virá o líder que, como pastor, conduzirá Israel, o meu povo’”.

Então Herodes chamou os magos secretamente e informou-se com eles a respeito do tempo exato em que a estrela tinha aparecido. Enviou-os a Belém e disse: “Vão informar-se com exatidão sobre o menino. Logo que o encontrarem, avisem-me, para que eu também vá adorá-lo”. Depois de ouvirem o rei, eles seguiram o seu caminho, e a estrela que tinham visto no Oriente foi adiante deles, até que finalmente parou sobre o lugar onde estava o menino. Quando tornaram a ver a estrela, encheram-se de júbilo. Ao entrarem na casa, viram o menino com Maria, sua mãe, e, prostrando-se, o adoraram. Então abriram os seus tesouros e lhe deram presentes: ouro, incenso e mirra. E, tendo sido advertidos em sonho para não voltarem a Herodes, retornaram a sua terra por outro caminho.[1]

A primeira coisa que Mateus nos diz é que eles vieram do Oriente, uma área muito abrangente. Podem ter vindo da Mesopotâmia, um local próximo, ou de terras distantes onde hoje se encontra a Índia ou a Ásia Central. A suposição comum é que vieram da Pérsia, na época parte do Império Parta, inimigo implacável de Roma.

Aproximadamente dois anos se passaram desde que os reis magos viram a estrela até chegarem a Jerusalém. É possível fazer essa conta porque informaram Herodes quando a estrela surgiu, e o seu posterior empenho em matar o “rei dos judeus”, ordenando que fossem mortos todos os bebês do sexo masculino de até dois anos de idade em Belém.

O percurso da Pérsia a Jerusalém teria levado dois anos? A distância de Teerã a Jerusalém é 1.600 Km. Um camelo árabe carregando carga pode cobrir até 65 km por dia. Portanto, uma caravana com camelos viajando em linha reta completaria a jornada em 25 dias. Se viajassem metade dessa distância por dia, ou seguissem uma rota menos direta, ainda assim cobririam a distância em aproximadamente 50 dias. O que faz pensar que eles vieram de um local muito mais distante do que a Pérsia. Aparentemente, viajaram devagar, ou fizeram desvios, ou demorou um tempo considerável até iniciarem sua jornada rumo a Belém. Na minha opinião, esses três fatores são reais, sem mencionar a necessidade de atravessar fronteiras hostis entre impérios em constante guerra.

Os reis magos vindos da Pérsia eram conhecidos por estudarem as estrelas. Mas eu  me pergunto como sabiam que a estrela que viram significava que o “rei dos judeus” havia nascido. Nas Escrituras dos hebreus não menciona em lugar algum que esse rei especial seria anunciado por meio de uma nova estrela. Porventura eles tinham algo nas suas próprias tradições afirmando esse fato? E por que o nascimento de um rei em um pequeno reino inimigo, a oeste deles, teria alguma importância e os incitaria a fazer uma viagem longa e perigosa para visitá-lo? Que informação possuíam esses reis magos?

Mateus relata que viram Maria e a criança “na casa”[2] não em um estábulo, como normalmente é representado. Lucas também relata que Maria e José estavam vivendo uma vida normal desde o nascimento de Jesus. Quando Ele tinha oito dias de vida, O levaram para ser circuncidado,[3] e com 40 dias de nascimento O levaram ao templo em Jerusalém para dedicá-lO a Deus e oferecerem o sacrifício ritual costumeiro para a purificação de Maria depois do nascimento.[4] Claramente, Herodes ainda não tinha iniciado sua campanha homicida, portanto não tinha conhecimento desse novo “rei dos judeus”. Com base nisso, sabemos que os reis magos ainda não tinham tido contato com Herodes.

E a estrela? Parece que todo ano leio sobre pessoas pesquisando informações sobre astronomia relacionadas à época do nascimento de Jesus na tentativa de localizar um cometa, uma supernova, ou algum outro corpo celeste que poderia corresponder à estrela do Natal. Duvido que encontrem, porque essa estrela era diferente de qualquer outro corpo celeste. Mateus diz que os reis magos viram a estrela e a observaram do seu ponto de vantagem no Oriente e decifraram o seu significado. Mas parece que só a avistaram novamente quando iam de Jerusalém a Belém, que fica a pouco mais de uma hora de viagem no lombo de um camelo. Os reis magos aproximaram-se de Belém, a estrela reapareceu e “parou no local onde estava Jesus”. Que tipo de estrela aparece subitamente e paira sobre uma casa?

No Evangelho segundo Lucas, lemos que, na noite em que Jesus nasceu, uma luz muito brilhante surgiu no céu:

Havia pastores que estavam nos campos próximos e durante a noite tomavam conta dos seus rebanhos. E aconteceu que um anjo do Senhor apareceu-lhes e a glória do Senhor resplandeceu ao redor deles; e ficaram aterrorizados. Mas o anjo lhes disse: “Não tenham medo. Estou lhes trazendo boas novas de grande alegria, que são para todo o povo: Hoje, na cidade de Davi, lhes nasceu o Salvador que é Cristo, o Senhor. Isto lhes servirá de sinal: encontrarão o bebê envolto em panos e deitado numa manjedoura”. De repente, uma grande multidão do exército celestial apareceu com o anjo, louvando a Deus.[5]

Será que uma “grande multidão do exército celestial” à noite, poderia iluminar o céu de tal maneira a ponto de confundir os reis magos que seguiam uma estrela a acharem que se tratava de um novo corpo celeste? Lucas diz que, o coro angelical ascendeu aos céus logo após cantarem para os pastores. Observe que os reis magos disseram que viram a estrela subir. Poderia ter sido o brilho que apareceu sobre a casa de José e Maria? Quem sabe? Anjos parecem ter visitado regularmente o casal.[6]

Por último temos os presentes. A tradição de que eram três reis magos deve ter surgido pelo fato de serem três presentes. Mas poderiam ter sido dois ou até… bem… muitos outros. Eu entendo dar ouro, mas por que incenso e mirra? Essas duas substâncias resinosas custavam mais no peso do que o ouro, e eram colhidas em árvores, em locais tais como o Iêmen atual. Havia uma rota comercial conhecida como Rota do Incenso, que ia dos portos no Iêmen até à cidade rochosa de Petra e em direção ao oeste. Talvez seja esse o caminho escolhido pelos reis magos.

Os judeus incluíam franquincenso e mirra em uma mistura de resinas e ervas utilizada como incenso no altar. Era uma mistura tão especial para Deus que, se um judeu usasse essa mesma receita e queimasse na sua casa, ele era exilado. Talvez os reis magos imaginaram que presentes exóticos agradassem um rei em uma terra distante. E realmente existe uma significância no fato de que incenso era usado na adoração a Deus no templo e foi oferecido pelos reis magos, que a um rei foram adorar. Não sei bem que utilidade teria para Maria e José. Poderiam vendê-los no Egito para cobrir suas despesas, afinal, precisavam pagar pela sua viagem.

Portanto, os reis magos vieram, adoraram e, depois de serem avisados pelo maior Sábio, seguiram viagem na direção oposta, rumo à aurora e à maior história já contada.


[1] Mateus 2:1–12.

[2] Mateus 2:11.

[3] Ver Lucas 2:21.

[4] Lucas 2:22–24.

[5] Lucas 2:8–13.

[6] Ver Mateus 2:13, 19–20.