tfionline Faça seu login

Junho 18, 2014

No que você Está Mirando?

De Steve Hearts

Sou cego desde pouco depois que nasci, de modo que quando as pessoas dizem que seus olhos as enganam, não posso realmente entender do que estão falando. Mas no que diz respeito aos meus olhos espirituais, sei exatamente o que significa.

Minha fé recentemente estava em baixa. Eu me preocupava e inquietava constantemente. Perdia facilmente a paciência e ficava irritado. Parecia impossível domar ou disciplinar minha mente. Minhas orações não eram mais de fé e confiança em Jesus, mas carregadas por uma atitude de insegurança, tipo “me-desculpe-por-existir”, “sinto-incomodá-lO-Senhor”. A alegria de amar e servir Jesus brilhava muito pouco.

Nessa ocasião surgiu uma oportunidade de eu viajar. Isto me deu um tempo longe do cotidiano desgastante, algo que eu muito precisava, e me permitiu recarregar as baterias que estavam tão descarregadas. Desfrutei de cada minuto.

Quando foi chegando a hora de eu voltar para casa e para a vida normal, fiquei apreensivo—como um soldado que está prestes a voltar para o campo de batalha antes de seus ferimentos estarem completamente sarados. Disse ao Senhor, com toda sinceridade, “Não me sinto pronto para voltar ao batente. Se for realmente o Seu tempo, então Você vai ter que agir através de mim, porque eu simplesmente não consigo.” Depois disso silenciei meu coração e esperei para ver o que o Senhor tinha a dizer em resposta.

A resposta dEle veio em forma de pergunta: “No que você está mirando? Está focado em Mim e no Meu poder de superar suas fraquezas e pontos fracos? Ou está olhando para você mesmo e sua condição?”

Eu não tinha como negar que estava olhando para mim mesmo e minha condição. Meus olhos espirituais estavam “me enganando” porque eu lhes havia permitido fazer isto.

De repente, uma canção ecoou na minha cabeça, uma que conheço desde criança. Só que desta vez ela soava tão doce ao meu coração, como se um coro de anjos a estivesse cantando. Eu não só conseguia ouvi-los, mas sentia a sua presença. Eles cantaram mais direto para mim do que qualquer um jamais cantou.

Ó alma, está cansada e preocupada?
Só consegue ver a escuridão?
O Salvador lhe oferece uma luz se olhar para Ele
E uma vida mais abundante e libertação.

Volte os olhos para Jesus.
Olhe em Seu rosto maravilhoso.
E as coisas da terra vão desvanecer
Com a graça e glória de Sua luz.[1]

Então aquilo era tudo o que eu precisava fazer? Olhar para Jesus? Eu havia me permitido ficar perturbado e confuso, mal conseguia ver a luz. Isto porque havia parado de focar na fonte da calma, clareza e luz. Como Pedro, eu olhava para as ondas da minha própria fraqueza, as condições ao meu redor, em vez de focar naquele que sempre está guiando, a quem eu deveria estar seguindo.

Agora, Ele me chamava, através da doce canção de Seus mensageiros celestes, a “ir até Ele na água”, tal como fez com o apóstolo Pedro.[2] Enquanto eu continuasse focado no Senhor e fizesse o que a canção celestial me dizia, eu estaria mais do que bem. Encontraria força, poder e determinação sobrenaturais para enfrentar qualquer tempestade que se me apresentasse no oceano da vida.

Senti a coragem renascer e “pisei na água”. Voltei para casa. Sim, havia tempestades a serem enfrentadas, mas desta vez os meus olhos não perderam Jesus de vista. Continuei “olhando em Seu rosto maravilhoso”, e não só “as coisas desta terra se desvaneceram,” mas Sua luz celestial brilhou ainda mais forte, e vi o meu caminho com mais clareza do que em muito tempo.

Agora, quando sinto que minha fé e coragem estão em baixa, eu simplesmente me faço a mesma pergunta que o Senhor me fez naquele dia: “No que você está mirando?”

Tradução Denise Oliveira. Revisão H.R.Flandoli.


[1] De “Turn Your Eyes Upon Jesus,” de Helen H. Lemmel, 1922, tradução livre.

[2] Mateus 14:23–31.