tfionline Faça seu login

Março 27, 2017

Esperança no Sofrimento

Do áudio Como Ser Feliz de Qualquer Maneira

[Hope in Suffering]

O sofrimento serve para nos fazer pessoas melhores, e não mais amargas. Deus leva o homem às águas profundas não para afogá-lo, mas para limpá-lo.

Todos passam por provas e tentações, testes e tribulações de uma forma ou de outra, mas é a maneira como lidamos com isso que faz a diferença. Podemos evitar ficarmos amargos ou ressentidos por causa de nossas provações e sofrimento se entendermos que o nosso grande Pai celestial, o Espírito de amor de todo o universo, nunca vai permitir que o mau entre em nossa vida, a não ser que Ele possa, de alguma forma, transformá-lo em bem.

Este é o segredo maravilhoso que transforma fardos em bênçãos, e provações em triunfos, e cruzes em coroas—o conhecimento de não importa pelo o que passemos, de alguma forma vai ser para o nosso bem. Este é o plano maravilhoso que Deus tem para nós e o dom que Ele nos deu, nós que acreditamos em Jesus e somos Seus filhos. Se formos salvos, podemos confiar durante os problemas e sofrimento, porque sabemos que há um bom motivo para os nossos testes e provações.

Tudo o que acontece ao filho de Deus sempre tem um raio de esperança em algum lugar. A tempestade sempre traz consigo um arco-íris. A noite sempre tem estrelas. As nuvens sempre têm uma linha prateada. O cuidado amoroso de Deus está sempre presente em qualquer circunstância. E mesmo quando não é possível ver, a fé sabe que Deus está presente. Para o filho de Deus o sofrimento é uma bênção disfarçada, sempre tem um propósito bom e maravilhoso.

Entretanto, os problemas, com todas suas vantagens, lições e bênçãos, às vezes tendem a nos desencorajar, pesam sobre nós e ficamos desesperados. Uma das melhores maneiras de nos mantermos alegres e equilibrados em tempos de estresse e adversidade é a atitude diante dos problemas.

Vejamos, por exemplo, a história do menino que sentou-se quieto no trem durante uma viagem entre duas cidades do Oeste dos Estados Unidos. Era um dia quente, poeirento, muito desconfortável de se viajar, e aquele trecho em particular talvez fosse um dos mais desinteressantes de todo o território. Mas o pequeno continuou ali sentado, observando os campos e as cercas, até que uma senhora bem maternal se abaixou para falar com ele e perguntou com empatia: “Você não está cansado desta longa viagem, querido, e de toda a poeira e calor?” O rapazinho olhou para ela animado e respondeu com um sorriso: “Um pouco. Mas não me importo, porque o meu pai vai estar me esperando quando eu chegar!”

Que lindo pensar, quando a vida for cansativa, monótona e um fardo, como às vezes realmente é, que podemos olhar adiante com esperança e confiantes, e, tal como o menino, “não nos importarmos muito” porque o nosso Pai também vai estar nos esperando quando chegarmos ao fim da jornada. O Senhor estará lá para nos receber no final da jornada desta vida. Glória a Deus!

E não nos esqueçamos que Jesus sofreu tudo o que sofremos. A Bíblia diz que Ele foi tentado em tudo tal como nós. Teve momentos em que Ele estava doente e cansado, com fome, sede e desencorajado. Pense nisto.

Jesus sabe o que é padecer. Na verdade, Ele sofreu mais do que qualquer um de nós poderia imaginar! Ele sofreu por todos os pecados de todo o mundo, porque nos ama tanto que Se dispôs a morrer por nós! E a Palavra de Deus nos promete que um dia, em breve, todo o sofrimento chegará ao fim para aqueles que amam a Deus, e que “Deus limpará de seus olhos toda lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas!”—Quando Jesus voltar à terra para endireitar tudo o que há de errado e estabelecer o Seu reino eterno de amor e paz!

Até então, temos que suportar algum sofrimento. Mas se você tem Jesus no coração, se faz o melhor que pode para amá-lO e seguir os Seus ensinamentos segundo a Bíblia, verá que a alegria e a felicidade que vão permear e encher a sua vida serão muito maiores do que qualquer tristeza, sofrimento, provação ou tribulação que possa enfrentar por um tempo.—E quanto a essas outras coisas, como temos visto, Deus vai fazer com que concorram juntamente para o nosso bem.

E quando os tempos difíceis vierem, o Senhor nos promete em Sua Palavra: “Quando passares pelas águas estarei contigo, e quando pelos rios, eles não te submergirão; quando passares pelo fogo, não te queimarás, nem a chama arderá em ti.” E você verá que não importa a profundidade das inundações de dor e tristeza, ou quão quente seja o fogo da adversidade e aflição, Jesus é “um amigo mais próximo que um irmão,” e se você Lhe der a mão, confiar nEle, e depender da Sua Palavra, Ele o guiará em segurança e ajudará até ao fim!

O amor de Deus nem sempre nos protege do sofrimento e das tribulações, mas é um amor que sempre nos guarda através dos sofrimentos e das tribulações. Não nos esqueçamos nunca que as tribulações e tempestades da vida não indicam a ausência de Deus, assim como as nuvens não indicam a ausência do sol!

Publicado originalmente pela AFI em 1989. Adaptado e republicado em março de 2017.