tfionline Faça seu login

Abril 29, 2014

Desenvolver Caráter nas Crianças

Uma compilação

Bom caráter consiste em conhecer o bem e fazer o bem. É uma atitude baseada em hábitos da mente e do coração. Esses elementos são necessários para se levar uma vida ética e compõem a maturidade moral. Quando pensamos no tipo de caráter que desejamos para nossos filhos, fica claro que queremos que sejam capazes de julgar entre o certo e o errado, de se preocuparem profundamente com o que está certo, e então fazerem o que acreditam ser correto, inclusive face à pressão de outros de fora e à tentação de fazer o contrário.—Thomas Lickona[1]

*

Visto que nossos filhos crescem para ser pessoas independentes e livres para escolherem seus próprios caminhos, não podemos ter certeza do impacto a longo prazo de nosso ensinamento moral. Mas quando começamos bem cedo a lhes ensinar valores que prezamos, e quando o fazemos ao longo de vários anos, nossa influência, acredito eu, é deveras muito grande.

Mesmo que nossos filhos não entendam completamente o que lhes dizemos, ainda assim nossas palavras têm valor duradouro. Elas vão ecoar em suas mentes nos anos por vir. E ao olharem para trás, quando estiverem mais maduros, nossas palavras poderão adquirir um significado novo e mais profundo. Como pai, sinto esperança e consolo nesta possibilidade.

Então, converse com seus filhos sobre o que você acredita.—Thomas Lickona[2]

*

Instrua a criança segundo os objetivos que você tem para ela, e mesmo com o passar dos anos não se desviará deles.—Provérbios 22:6[3]

*

Se continuar responsabilizando seu filho pelas suas ações durante um período de tempo, o hábito que está tentando desenvolver ficará enraizado nele. Ele não vai precisar mais ser lembrado, mas criará o hábito naturalmente sem pensar muito.

Eu gostaria de ver meus filhos desenvolverem diversos hábitos, tais como arrumar a cama assim que acordam, dizer por favor e obrigado, tomar muita água durante o dia. Esses hábitos não têm na verdade nenhum impacto no seu relacionamento com o Senhor, mas fazem uma diferença. Eu também quero que desenvolvam hábitos que agradem ao Senhor, como dar o dízimo com alegria, frequentar a igreja regularmente, e orar diariamente.

Eu desafio você a examinar seus filhos. … Descubra que hábitos de vida gostaria que eles formassem e cultivassem. Eles não têm que desenvolver um bom hábito porque você pegou no pé deles, mas por tê-los encorajado constantemente. ... Se tudo o que dermos aos nossos filhos na vida for amor pelo Senhor Jesus Cristo e um caráter forte, teremos sido bem sucedidos como pais. Caráter irá lhes conferir um emprego. Caráter os ajudará a levantar cedo pela manhã quando não sentirem vontade. Caráter vai ajudá-los a manter seu casamento um dia. Se nós, pais, edificarmos boas características de caráter em nossos filhos, segundo os preceitos divinos, eles terão o potencial para causar mudanças poderosas em nosso país no futuro.—Terri Camp[4]

*

Que todas estas palavras que hoje lhe ordeno estejam em seu coração. Ensine-as com persistência a seus filhos. Converse sobre elas quando estiver sentado em casa, quando estiver andando pelo caminho, quando se deitar e quando se levantar.—Deuteronômio 6:6–7[5]

*

Antes de termos nossos próprios filhos, meu marido e eu dávamos aula em um Centro de Aprendizado com mais duas pessoas. Éramos responsáveis cada domingo por 50 crianças cheias de energia, de seis, sete e oito anos, durante duas horas e meia, enquanto os pais participavam do culto e do convívio da igreja. Nós nos reuníamos no começo da semana com o outro casal para planejar nossas lições e montar as atividades complementares. Essas sessões duravam às vezes mais de três horas, pois tínhamos que formular nossas metas e objetivos, preparar as agendas de ensino e criar técnicas de avaliação.

Eu já era mãe há vários anos quando finalmente percebi que minha vida revelava uma enorme dicotomia. Quando era responsável em treinar os filhos dos outros, eu não poupava tempo nem esforço para a tarefa. Contudo, tomava muito pouco tempo de planejamento ou preparação para ensinar e transformar meus próprios filhos.

Sem perceber, eu havia desenvolvido a atitude tipo, “Se eu simplesmente aguentar tempo suficiente, o meu trabalho eventualmente vai terminar—por si só, se não houver outro jeito.” ... Pensava: “Eles vão inevitavelmente passar para a idade adulta, de alguma forma. Vão amadurecer de alguma maneira e fazer sua contribuição para a sociedade. De algum jeito terei terminado minha tarefa.”

Mas quando parei para observar, percebi que minha atitude “de algum jeito, alguma maneira, algum dia” não estava funcionando na nossa sociedade. ... Há crianças demais vagando por aí (ou sentadas ansiosas, tais como as minhas) sem fazer ideia de que direção seguir na vida, porque mães como eu nunca lhes apontaram nenhuma direção. Não podemos simplesmente ficar parados, esperando que de algum jeito, de alguma forma, algum dia, nossos filhos serão bem sucedidos. Precisamos começar a tomar nossa incumbência de criar filhos mais seriamente—dando-lhe máxima prioridade. Para fazermos isto, temos que tomar tempo para estabelecermos metas de caráter para nossos filhos.

[Pergunte-se:]

* Que cinco características quero salientar na vida do meu filho até o momento em que ele sair de casa?

* Como vou direcionar meu filho a essas metas hoje?—Gwendolyn Mitchell Diaz[6]

*

Tratem de segurá-los [seus filhos] pela mão para guiá-los no caminho do Senhor.—Efésios 6:4[7]

*

Disciplinar os seus filhos significa treiná-los — treiná-los a levar uma vida disciplinada e, conseqüentemente, terem autodisciplina. Se a disciplina for algo que só fazem "para" as crianças, o resultado final será que, no momento em que saírem de debaixo do seu controle, se tornarão quase incontroláveis. Mas, se as disciplinarem para ensinar e treinar a levar uma vida disciplinada, o resultado final será elas conseguirem ter autodisciplina a maior parte das vezes.—Maria Fontaine

Publicado no Âncora em abril 2014.


[1] Educating for Character (New York: Bantam, 1991).

[2] Raising Good Children (New York: Bantam. 1983).

[3] NVI.

[4] I’m Going to Be the Greatest Mom Ever (Multnomah, 2006).

[5] NVI.

[6] Mighty Mom’s Secrets for Raising Super Kids (RiverOak Publishing, 2001).

[7] Bíblia A Mensagem.