tfionline Faça seu login

Março 12, 2018

Comunicação Celestial

“Senhor, ensina-nos a orar” (Lucas 11:1)

David Brandt Berg

[Heavenly Communication]

Clamar ao Senhor em oração deve ser algo espontâneo para todo filho de Deus verdadeiramente nascido de novo. Deus espera que cada um de Seus filhos que O conhece de verdade faça contato pessoal e direto com Ele, não só pela oração ou fé de outra pessoa. Por isso, cada um de nós tem de aprender a fazer um contato íntimo e pessoal com o Senhor através da oração, o elo celestial, o telefone divino entre nós e o céu.

Muito embora nosso “Pai Celestial saiba o que nos é necessário antes de Lhe pedirmos,”[1] gosta que admitamos que sozinhos não conseguimos solucionar todos os nossos problemas e precisamos da Sua ajuda. Ele gosta que sejamos humildes e estejamos dispostos a orar, reconhecer o Seu poder e mostrar que temos fé nEle, pedindo-Lhe ajuda. E depois, claro, Ele gosta de nos atender, não só para reiterar que precisamos dEle, mas também, como qualquer Pai, porque gosta de ver que valorizamos Sua ajuda e O amamos.

O Senhor adora tirar nossas dúvidas e responder às nossas perguntas e preocupações, e quer que Lhe peçamos orientação. Ele diz: “Pedi e dar-se-vos-á; buscai e encontrareis; batei e vos será aberto: porque aquele que pede recebe, e, o que busca, encontra; e, ao que bate, se abre.”[2]

Ele até acrescenta: “E qual de entre vós é o homem que, pedindo-lhe pão o seu filho, lhe dará uma pedra? Ou, pedindo-lhe um peixe, lhe dará uma serpente? Se vós, pois, sendo maus, sabeis dar boas coisas aos vossos filhos, quanto mais o vosso Pai que está nos Céus dará bens aos que Lho pedirem?”[3]

Por isso, nunca pense que precisa resolver sozinho todos os seus problemas. Comece a orar e receba as respostas de Deus. Ele diz: “Clama a Mim e responder-te-ei e mostrar-te-ei coisas grandes e firmes que não sabes.”[4]

“Sem Ele você não pode fazer nada”[5], mas com Ele você “pode todas as coisas em Cristo que te fortalece”[6]. Por isso, quando realmente precisar de ajuda, procure Jesus. “Lança o teu cuidado sobre o Senhor e Ele te sustentará. Lançando sobre Ele toda a vossa ansiedade; porque Ele tem cuidado de vós”[7]. Jesus disse: “O Meu fardo é leve e o Meu jugo é suave”. Mas com uma condição: “Vinde a Mim”[8]. Se buscar o Senhor em oração, com fé, e Lhe pedir soluções, as receberá.

É disso que se trata a oração! Não é meramente um tipo de ritual religioso, mas sim um relacionamento vivo. Como diz o antigo hino:

Em Jesus, amigo temos,
Mais chegado que um irmão,
Ele manda que levemos,
Tudo a Deus em oração.

Oh, que paz perdemos sempre,
Oh, que dor no coração,
Só porque nós não levamos,
Tudo a Deus em oração.

—Joseph M. Scriven (1820–1886)

Os ombros do Senhor são largos o bastante para carregar qualquer fardo, os fardos do mundo todo de uma só vez, inclusive o Seu próprio fardo.

Ouvir o céu

Para muitas pessoas, a oração é um monólogo, só elas falam. Oram: “Escuta Senhor que o Teu servo fala”, em vez de serem como o querido Samuel, o menino-profeta, que, com cinco anos de idade, disse: “Fala Senhor, que o Teu servo escuta.”[9]

Oração não é apenas ficar de joelhos e dizer o que quer, mas dar a palavra a Deus. É por isso que cada um de nós tem obrigação de conhecer o Senhor pessoalmente, ser preenchido com o Espírito Santo e ser guiado individualmente pelo Espírito, para podermos buscar o Senhor e encontrarmos respostas para a nossa situação individual.

Cada um precisa aprender a seguir a Deus e escutar algo novo vindo dEle cada dia. Não se pode ficar inspirado uma vez e achar que vai durar o resto da vida. Todos nós precisamos ouvir Deus. Não precisa ser em voz alta, não tem de ser em voz audível. Pode ser aquela “voz mansa e delicada”[10] que você sente dentro de si—às vezes nem são palavras, apenas uma impressão que se tem. Deus não tem que Se comunicar por palavras, pode apenas nos dar um pressentimento, uma imagem ou uma ideia.

O Espírito de Deus é como uma estação emissora, transmitindo o tempo todo, você só tem de aprender a sintonizar. Se tiver um canal aberto e sintonizar, o Senhor preencherá você: a sua mente, o seu coração, seus ouvidos e olhos. Jesus fala a qualquer hora, em qualquer lugar, se você acreditar. E o que você vir ou escutar com os olhos ou ouvidos do seu espírito, virá do Senhor, e será um consolo enorme para você.

Tempo quieto

Se estiver sempre apressado e correndo de um lado para o outro, perturbado e impaciente, nunca será capaz de focar toda a atenção — seus olhos, ouvidos, pensamento e coração — no Senhor, para receber soluções para os problemas, respostas que esclareçam suas dúvidas, e as melhores decisões para as situações.

Ele diz: “Aquietai-vos e sabei que Eu sou Deus. No sossego e na confiança estará a vossa força.”[11] Você vai ter de arranjar tempo para ficar a sós, sossegado, em algum lugar, de alguma maneira, em algum momento, para conseguir escutar o Senhor.

Todos os grandes homens de Deus, de Moisés a Jesus, tiveram que se retirar sozinhos para a sua montanha durante algum tempo, a fim de terem tempo para meditar, orar e ter comunhão com Deus. O próprio Jesus muitas vezes tinha que Se levantar ao romper da aurora, antes dos discípulos, e caminhar pelos montes ou subir uma montanha para ficar a sós com Deus e receber do Pai as ordens para o dia.[12]

Se negligenciar o seu convívio com o Rei dos reis por estar ocupado demais com os assuntos do Reino, poderá ser desastroso para a sua vida espiritual e comunhão com o Senhor. Não é possível fazer o trabalho do Mestre sem o poder e orientação do Mestre. E para isso é preciso passar tempo com o Mestre.

Ele resolverá muitos dos seus problemas antes do dia sequer começar, se você escutar o que Ele tem a dizer. Mas se mergulhar em todos os problemas e trabalho sem parar para falar com o Senhor e receber as ordens do seu Comandante-Chefe, será como um soldado tentando lutar a guerra sozinho, sem ouvir as ordens do quartel-general, sem receber instruções do alto escalão.

Todos precisamos passar mais tempo quieto com o Senhor, descansando e nos reabastecendo, bebendo a água viva da Sua Palavra e em comunhão com Ele pela oração. Isso nos renova totalmente, nos refresca completamente e nos dá uma nova visão, nova inspiração, novas forças, descanso, paz e alegria. Porque, “os que esperam no Senhor renovarão as suas forças, subirão com asas como águias, correrão e não se cansarão, caminharão e não se fatigarão.”[13]

“Reconhece-O em todos os seus caminhos”

Jesus nos disse que deveríamos orar sempre. Ele disse para “Orar sempre, e nunca desfalecer.”[14] Ele também disse, “Vigiai e orai,”[15] e Paulo diz, “Orai sem cessar.”[16] A oração é uma maneira de o Senhor nos manter perto dEle e na Sua presença continuamente, dependendo constantemente dEle e da Sua proteção.

Orar é como respirar, simplesmente respirar o Espírito Santo o tempo todo e estar em constante comunicação com o Senhor.

Ele diz: “Confia no Senhor de todo o teu coração e não te estribes no teu próprio entendimento. Reconhece-O em todos os teus caminhos e Ele endireitará as tuas veredas”[17] Este é um dos versículos mais maravilhosos da Bíblia ao qual podemos recorrer, principalmente para tomar decisões. Não temos de saber todas as respostas ou nos apoiarmos nas nossas próprias ideias ou sabedoria, apenas nos apoiarmos no Senhor e na Sua orientação.

Ore a respeito do que quer que precise fazer. O Senhor está sempre ao seu lado. Ele diz: “Nunca te deixarei nem te desampararei.”[18] Deus está sempre presente, nunca é Deus que Se afasta. Somo nós que, às vezes, saímos correndo para outro lugar e O deixamos para trás porque nos esquecemos de orar.

O Senhor prometeu que se O reconhecermos, Ele endireitará nossas veredas. Ele diz: “E os teus ouvidos ouvirão a palavra do que está por detrás de ti, dizendo: Este é o caminho, andai nele.”[19] Então, sempre consulte o Senhor antes de fazer seja o que for. Certifique-se de que é o que Ele quer que você faça.

Busque-O a respeito de tudo — cada problema, cada decisão — e Ele nunca falhará ou o desapontará!

Compilado dos escritos de David Brandt Berg, originalmente publicado em 1984. Adaptado e republicado em março 2018.


[1] Mateus 6:8.

[2] Mateus 7:7–8.

[3] Mateus 7:9–11.

[4] Jeremias 33:3.

[5] João 15:5.

[6] Filipenses 4:13.

[7] Salmo 55:22; 1 Pedro 5:7.

[8] Mateus 11:28–30.

[9] 1 Samuel 3:10.

[10] 1 Reis 19:12.

[11] Salmo 46:10; Isaias 30:15.

[12] Marcos 1:35; Lucas 6:12.

[13] Isaias 40:31.

[14] Lucas 18:1.

[15] Mateus 26:41.

[16] 1 Tessalonicenses 5:17.

[17] Provérbios 3:5–6.

[18] Hebreus 13:5.

[19] Isaias 30:21.