tfionline Faça seu login

Dezembro 23, 2021

Começou na Manjedoura

Maria Fontaine

[Manger Beginnings]

São muitas as coisas que podemos celebrar no Natal, mas acho que concordarão comigo que a mais essencial é a dádiva de um relacionamento com Deus por meio do Seu Filho, Jesus. Parafraseando uma linda promessa dada pelo Senhor através de Daniel, quanto mais próximos dEle nós estivermos, mais a Sua sabedoria “brilhará como o firmamento em nós”, e a Sua justiça “como as estrelas, sempre e eternamente”.[1] Lembrarmos de parar uns momentos para reconhecer o Senhor permite que o Seu Espírito flua para o nosso interior e retire o estresse e desgaste que travam a nossa alegria. Só precisamos deixar a paz entrar, e Ele a faz emanar para outros.

O Natal marca o início do relacionamento mais incrível e importante que jamais teremos. Não é apenas o fato de sabermos que um bebê nasceu em uma manjedoura. Está relacionado ao nosso relacionamento com um amigo que é mais próximo que um irmão, com Aquele que nos incluiu na família de Deus, nos chamou de Sua noiva e Seus amados. Está relacionado ao vínculo que temos com nosso herói que nos resgatou da morte e nos concede tudo que Lhe pertence; Aquele que é nosso mentor, guia e protetor, em quem podemos confiar e com quem sempre podemos contar em toda e qualquer situação!

Tudo que Jesus significa para nós envolve um relacionamento que muda o nosso íntimo. Disso se trata o Natal — ao longo de todo o ano.

Para celebrarmos o Senhor neste Natal, eu gostaria de compartilhar algumas de minhas citações favoritas, e a maneira como acho que podem se aplicar às nossas vidas.

Natal é o espírito de doar sem pensar em receber. É estar feliz porque vê outros felizes. É esquecer de si mesmo e encontrar tempo para outros. É ignorar a mesquinhez e enfatizar os valores verdadeiros.—Thomas S. Monson

Essa é uma visão simples e profunda do amor de Jesus, que é a essência de tudo o que Ele fez pela humanidade. Ele viveu uma vida de doação; deixou a Sua vida no Céu para vir ao mundo; abriu mão de riquezas inconcebíveis no Seu reino para viver na terra sem moradia fixa. Ele dedicou Seu tempo, Sua força e reputação e foi em busca dos mendigos, desprezados, enfermos e moribundos que jamais poderiam Lhe retribuir fisicamente tudo o que dEle receberam. Deu Sua vida para nos redimir, e fez tudo apenas por amor a nós.

Por que Jesus fez isso? Para nos ajudar a entender a essência de Deus. Ele nos deu o exemplo de como assumirmos essa mesma natureza e, pela Sua graça, nos tornarmos filhos do Altíssimo. Nós expandimos o Seu reino conforme descobrimos a alegria de contribuir para levar o Seu amor a outros. Sentimos um toque da alegria de Deus quando copiamos o Seu exemplo de dar sem desejar nada em retorno.

Ver a alegria de alguém conhecer a verdade se torna a nossa alegria. O Espírito eterno de amor que envolve a outra pessoa nos inclui e preenche até transbordarmos. Nós não perdemos nada que damos a outros, torna-se algo maior, eterno, que nos preenche com uma alegria infinda.

Aquele que não tem o Natal no coração jamais o encontrará debaixo de um pinheiro.”—Roy L. Smith

Às vezes damos demasiada importância às tradições do Natal, como, por exemplo, árvores de Natal, músicas natalinas, e celebrações típicas da época. Até mesmo a troca de presentes e as boas ações precisam derivar da gratidão, caso contrário perdem o valor. Jesus escolheu viver por amor a nós, dar Sua vida e vencer a morte por nós. Ele foi o presente máximo, dado pelo maior presenteador: Deus. Sabe por quê?—Para podermos ter a perfeita ilustração de amor incondicional, ilimitado e inclusivo.

Então vamos seguir o Seu exemplo. Vamos fazer, dizer e dar motivados pelo desejo de compartilharmos o amor de Deus que em nós cresceu por causa do exemplo de Jesus.

Natal é o dia que engloba todo o tempo que existe.—Alexander Smith

Você já se perguntou por que Jesus veio à Terra naquela ocasião? Talvez tenha sido para mostrar que Ele é o centro de tudo. Ele explica tudo o que aconteceu antes da Sua vinda à Terra, e traz a promessa de tudo que podemos clamar através dEle. Ele esteve com Adão no Paraíso no início do mundo, e acompanhou a humanidade quando Se tornou um humano entre nós. Ele voltará e reunirá Seus filhos no Seu reino eterno onde o tempo deixará de nos dominar. O Natal é um lembrete de que Jesus é o ponto principal da nossa existência.

O filho de Deus veio ao mundo como um homem, para que os homens pudessem se tornar filhos de Deus.— C. S. Lewis

Quando as pessoas pensam na história do bebê na manjedoura com anjos cantando e sábios visitando, será que entendem verdadeiramente o significado disso para a humanidade? Marcou o início da transformação da existência temporária e pecadora presa ao mundo físico e limitada pelo tempo, para a eternidade sobrenatural, sem fim, maravilhosa e de uma beleza indescritível. — Uma existência imersa em alegria infinita, propósito e união com o Rei de todos os reis! Marca a chegada do dom do perfeito amor.

Jesus, que tudo possuía, abriu mão de tudo. Escolheu sofrer e enfrentar humilhação nas mãos daqueles que não O entendiam, que O odiaram e desprezaram. Ele permitiu isso para o nosso bem, para poder nos oferecer o privilégio inestimável de nos tornarmos filhos de Deus. — E tudo começou com aquele bebê na manjedoura.

Jesus era Deus e homem em uma pessoa, para que Deus e o homem estivessem juntos novamente e felizes.— George Whitefield

Jesus foi a personificação do amor de Deus pela humanidade. Ele foi a oferta misericordiosa de Deus para o mundo que se afogava na sua insensatez. Foi uma prova viva de até onde o amor de Deus estava disposto a ir, a ponto de mostrar esse amor em uma manifestação tangível. Eu pessoalmente não imagino alguém ser tão insensato a ponto de recusar tal oportunidade. Por isso Ele nos pede para disseminar a verdade, porque é uma oferta para toda a eternidade.

Seguem-se outras citações nas quais gosto de refletir e que gosto de compartilhar com outros pois servem de lembrete da verdadeira razão do Natal.

Natal não é uma época, é um estado de espírito. O verdadeiro espírito do Natal se resume na abundância de misericórdia e em valorizar a paz e a boa vontade.—Calvin Coolidge

Os ingredientes básicos de um Natal verdadeiramente feliz são amor e tempo.—Peg Bracken

O meu conceito de Natal, quer antigo quer moderno, é bem simples: Amar as pessoas. Pensando bem, por que esperar até o Natal para fazer isso?—Bob Hope

Natal, crianças, não é uma data. É um estado de espírito.—Mary Ellen Chase

Eu honrarei o Natal no meu coração e tentarei viver nesse espírito durante o ano inteiro.—Charles Dickens, Um Conto de Natal

Natal é amor em ação. Toda vez que amamos, toda vez que doamos, é Natal.—Dale Evans

Eu realmente acredito que, se continuarmos divulgando a história do Natal, cantando canções de Natal e vivendo o espírito do Natal, poderemos levar alegria, felicidade e paz ao mundo.—Norman Vincent Peale

Peter e eu oramos para que, neste Natal, suas vidas sejam preenchidas com o Espírito do Senhor e que partilhem das muitas e maravilhosas bênçãos de Deus no novo ano. Amamos você! Deus os abençoe e guarde!!

Publicado originalmente em dezembro de 2018. Adaptado e republicado em dezembro de 2021.


[1] Adaptado de Daniel 12:3.