tfionline Faça seu login

Agosto 5, 2019

Absorção da Palavra

Peter Amsterdam

[Bible Intake]

Os cristãos que desejam florescer em seu relacionamento com Deus e estão interessados em crescimento espiritual reconhecem que ler e absorver a Palavra de Deus é de vital importância. É nas páginas da Bíblia que aprendemos sobre Deus, Seu amor pela humanidade, Jesus, Sua mensagem, e como viver em harmonia com Deus e com nossos semelhantes.

Deus é o Criador e quer Se relacionar com a Sua criação. Para tornar isso possível, revelou-Se para nós pela Bíblia. É onde nos ensina sobre Seu amor por nós e sobre o que faz para que seres infinitos e imperfeitos como nós se relacionem com Ele. Quanto mais permanecermos na Palavra e a deixarmos permanecer em nós, mais saberemos viver em harmonia com Ele e em conformidade com Sua vontade, de maneira a refletirmos o Senhor e Seu amor, especialmente em nossas interações.

Dedicar um tempo para ler a Bíblia é uma oportunidade de nos conectarmos com Ele cada dia. Deixa-nos receptivos ao que Ele tem para nos dizer, às Suas instruções, orientações, e nos ajuda a lidar com problemas e dificuldades. Ler com regularidade as revelações de Deus para nós nos lembra do código moral segundo o qual devemos viver e nos orienta em nossas decisões.

É na Bíblia que encontramos Seus ensinamentos, vemos o exemplo de Seu amor e iniciamos nosso relacionamento com Seu Pai, pelo caminho que Seu sacrifício criou para nós. Aprofundarmo-nos em Sua Palavra nos torna mais conscientes do valor que Ele dá a cada indivíduo e do Seu amor e compaixão por todo ser humano. Conforme absorvermos as verdades contidas nessas páginas, meditarmos e orarmos sobre o que ensinam, procurarmos formas de aplicá-las em nosso cotidiano, começaremos a ancorar nossa vida interior e exterior na fundação da semelhança de Cristo, na santidade e na verdade de Deus.

Diariamente temos contato com uma quantidade enorme de influências que a nós chegam pelos mais variados sistemas de entrega e nos afetam de alguma forma. Ler diariamente o que Deus nos disse nos equipa com os instrumentos adequados para navegarmos pelo turbilhão de informações e influências que recebemos todo dia. Aprimora nossa habilidade espiritual para discernir o verdadeiro do falso. Faz com que seja mais fácil mantermos nossos corações nas coisas que são importantes para que nossas vidas sejam de verdadeira felicidade, paz interior e harmonia com Deus e Sua vontade; ajuda-nos a aguentar e superar tudo que a vida nos trouxer.

Como Jesus disse: Todo aquele que ouve estas minhas palavras e as pratica, será semelhante ao homem prudente, que edificou a sua casa sobre a rocha. Desceu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram contra aquela casa; contudo, ela não caiu, porque estava edificada sobre a rocha.”[1] Viver na Palavra de Deus nos mantém em contato com Seu Espírito. As palavras que eu vos disse são espírito e vida.”[2] Parte de ter contato com o Senhor e de ter a paz que Ele prometeu é dedicando tempo à leitura da Sua Palavra.

Não é fácil encontrar tempo para a leitura diária, requer autodisciplina, mas a leitura regular das Escrituras fortalecerá seu espírito e o tornará um cristão mais forte, fundamentado na verdade e no amor de Deus. A conexão com Deus e o desfrutar da Sua Palavra ajudarão você a ser guiado pelo Espírito nas suas interações diárias com outros, nas decisões que toma e na habilidade de permanecer forte frente às tentações diárias.

Não há fórmula específica para determinar quanto ou que partes da Bíblia cada um deve ler diariamente. O importante é determinar um horário para leitura e insistir nele.

Ajuda se propor a ler um número de capítulos por dia, como uma forma de ter uma meta realista que o motive a se dedicar à sua leitura, mesmo quando está mais atarefado. O livro Disciplinas Espirituais para a Vida Cristã destaca que 15 minutos diários de leitura lhe permitirá ler toda a Bíblia em um ano. O mesmo resultado pode ser obtido pela leitura de três capítulos por dia de segunda a sábado e, no domingo cinco.

Ouvir a Palavra de Deus

Além da leitura individual da Palavra de Deus, ouvir alguém falar sobre ela pode ser útil também. Isso inclui ler, escutar ou assistir sermões, palestras, discussões e postagens que tenham como tema a Palavra e princípios espirituais. Pode ajudar assistir ou ouvir aqueles que compartilham as Palavras de Deus de uma maneira que faça sentido para você e contribua para fortalecer sua conexão e relacionamento com o Senhor.

Muitas vezes é mais fácil ouvir alguém falar sobre os princípios e ensinamentos da Palavra de Deus do que se dedicar à leitura da Palavra, pensar a respeito e meditar no que leu. Mesmo sendo espiritualmente alimentador e benéfico ouvir sermões e ler artigos sobre a Palavra, isso não deveria substituir a leitura da Bíblia nem os benefícios do que o próprio Senhor tem a lhe dizer pessoalmente por meio da Sua Palavra.

Meditar na Palavra

Ao ler a Bíblia ou escutar as explicações dos outros sobre seus textos, é importante se perguntar sobre o que Deus está falando com você por intermédio da leitura ou palestra. Se um trecho se destacar para você, releia-o, pense a respeito, pergunte-se por que a passagem chamou sua atenção e o que o Senhor pode estar tentando lhe dizer. É uma hora para deixar o Senhor Se comunicar com você por meio da Sua Palavra.

Concentrar-se no que lê ou ouve, e pensar mais profundamente sobre o tema é parte do processo de meditação na Palavra de Deus. Nossas vidas são ocupadas e muitas vezes sentimos que precisamos correr de uma atividade para a próxima, de forma que é difícil dedicar o tempo necessário para realmente pensar no que lemos ou na sua aplicação, mas é importante que o façamos para que a Palavra nos afete.

Nos Salmos, Davi fala da meditação em Deus e na Sua Palavra: “Em Teus preceitos meditarei, e olharei para os Teus caminhos. Deleito-me nos Teus decretos; não me esquecerei da tua palavra.”[3]

Ler a Palavra de Deus e meditar sobre ela nos coloca em comunicação pessoal com Deus. Meditar no que lemos cria a oportunidade da Palavra falar aos nossos corações, porque nos dispomos e disponibilizamos a escutar o Senhor. É meditando na Sua Palavra que entramos na presença de Deus, famintos por aprender, crescer, mudar, aproximarmo-nos dEle e fazer Sua vontade. Ele quer falar conosco diretamente.

Se quisermos santidade em nossas vidas, se nosso desejo for emular nosso Salvador, se quisermos que a luz a brilhar através de nós seja a luz de Deus e Seu amor, então precisamos passar tempo com Ele e com a Sua Palavra. A Palavra de Deus —a Bíblia— é Sua revelação para a humanidade. Ler Sua Palavra, meditar sobre ela, aplicá-la ao nosso íntimo e às nossas ações externas é essencial para sermos como Jesus.

É pela absorção profunda e regular da Sua Palavra em nossos corações que gradualmente nos renovamos e nos transformamos para nos tornarmos mais como Ele. É pela aplicação do que lemos e meditamos que temos a graça para viver em harmonia com Sua vontade. Pois Sua Palavra é lâmpada para os nossos pés e luz para nosso caminho.[4]

Dedicar tempo à comunhão profunda com Deus pela Sua Palavra mudará sua vida.

[Jesus] disse: “Bem-aventurados são os que ouvem a palavra de Deus e a guardam!”[5]

Respondeu-lhe Jesus: Se alguém me amar, guardará a minha palavra. Meu Pai o amará, e viremos para ele e nele faremos morada.”[6]

Engrandeceste acima de todas as coisas o Teu nome e a Tua palavra.[7]

Meditarei nos Teus preceitos e darei atenção às Tuas veredas. Tenho prazer nos Teus decretos; não me esqueço da Tua palavra.[8]

Publicado originalmente em janeiro de 2014. Editado e republicado em agosto de 2019.


[1] Mateus 7:24–25.

[2] João 6:63.

[3] Salmo 119:15–16 NVI.

[4] Salmo 119:105.

[5] Lucas 11:28.

[6] João 14:23.

[7] Salmo 138:2.

[8] Salmo 119:15–16 NVI.

A menos que de outra forma indicado, todos os versículos aqui citados foram extraídos da “Bíblia Sagrada” — Tradução de João Ferreira de Almeida — Edição Contemporânea, Copyright © 1990, por Editora Vida.